Akbar, o Grande

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Mestre! Cquote2.png
Bino sobre Akbar, o Grande

Jalal-ud-Din Mohammed Alladin Mohammed Sayd Mohammed Akbar, o Grande (Umarroto, Baluchistão, 15 de Junho de 1542 - Angra, Índia, 13 de Outubro de 1605) foi um grande governador e general da Índia durante a época da opressão mongól, muito conhecido pelo seu bafo de peixe e destreza militar.

O que ACM foi para a Bahia, Akbar foi para a Índia.

Antes do Reinado[editar]

Akbar, o Grande. General das Forças Rebeldes.

Assim como o Prince of Persia, Akbar começou seu reinado exilado por culpa de seu pai drogado viciado no ópio abundante, e o pato sobrou para o Akbar.

Seu pai, Humayun o profeta, fundador do Movimento de Resistência Hinduísta, depois de matar Sher Shah Suri (Osama Bin Laden da época) foi morto por alguns traidores britânicos que desejavam controlar as Indias.

Akbar, exilado, recorreu à ajuda dos hobbits, anões e elfos para recuperar seu reino da tirania bretã. E assim, ao lado de Aragon, derrota os malvados persas do Rei Xerxes e proclama o trono do Império do Sub-continente do Industão Turcomano Militar Bahram Khan.

Durante o Reinado[editar]

Akbar planejando um ataque aos Estados Unidos.

O generoso Akbar, durante seu reinado fez muito pela Índia, como:

Morte[editar]

Akbar morreu atropelado por um elefante voador entupido de dinamite, durante um atentado terrorista de Osama Bin Laden.

Curiosidades[editar]

  • Akbar ensinou Bino na grande arte de prever ciladas.