Congo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Para mais congos, veja: Congo (desambiguação).


Conga Conga Conga
The Swinging Republic of Congo
República Socialista da Conga la Conga
Bandeira do Congo
Brasão de Armas do Congo
Bandeira Brasão
Lema: Que merda!! Vocês são Zaire, nós somos Congo
Hino nacional: La Conga Sex - Gretchen

Localização de República Socialista da Conga la Conga

Capital Brazzaville (Vila da Brasa)
Cidade mais populosa Chavesville
Religião oficial Crenças que são necessárias rodas em fogueiras
Governo Guerra pela Presidência
 - Presidente Denis Sassou Nguesso
Heróis Nacionais Tarzan
Área  
 - Total 300.000 Km2 km² 
 - Água (%) 2
Analfabetismo 98 
População 3.999.999 
PIB per Capita
IDH 07 
Moeda Grãos
Fuso horário 1+1=3
Clima úmido de mata calourenta
Website governamental AAAAAAA


A República Socialista de Congo (tem que falar esse nome grande para não se confundir com a República Capitalista de Congo) é um país em algum lugar na África, talvez em seu leste onde o vento continente faz a curva.

História[editar]

Colonização[editar]

Área inicialmente habitada por centenas de tribos diferentes que ficavam fazendo porra nenhuma. Para acabar com aquela moleza toda, chegaram os franceses para colocar aquele congoleses para trabalhar.

Independência[editar]

“Congo” que significa “Batucada” no dialeto das tribos locais foi uma dominação francesa, até estes perderem o interesse nessa mata por volta de 1960.

Ditaduras[editar]

Congo teve diversos nomes diferentes por causa de uma guerra civil infindável. A cada nova família que conquistava a região colocavam um nome novo no país, para depois de alguns dias sofrer um golpe de estado e mudarem o nome do país outra vez, assim sucessivamente por um longo período.

Em 1975 porém, o país foi liderado por estudantes de belas-artes que naturalmente impuseram a filosofia marxista e lenista no país e finalmente impuseram um nome mais duradouro, eles não sabiam que nome colocar, escolheram Congo, pois a Gretchen passara pelo país em turnê mundial e a dança da La Conga fez muito sucesso, ficou combinado que o nome seria Congo (porque Conga soa meio gay) então todos ficaram felizes (por algumas horas até que o povo começasse a sentir fome novamente).

Acordo de paz[editar]

Os conflitos foram inevitáveis com o Zaire, seu país vizinho que apoiava a filosofia de Max Weber e Henry Ford (nos fundos uma coisa nada tem haver com outra, Zaire e Congo guerrearam porque queriam as terras do outro mesmo). Por volta de 1990 porém, o Zaire entrou firme com a filosofia capitalista, mudou de nome se declarando o verdadeiro Congo e riram dos então miseráveis habitantes da Congo Socialista, a Congo Capitalista era apenas pobre.

Fatos recentes[editar]

Uma das maiores celebridades locais e o Bengalelê Motumbo que concorre para ser presidente deste fascinante país, mas em 2009 perde para Sassou-Nguesso que é reeleito com 78% depois que quatro partidos de oposição foram proibidos de concorrer e outros dois opositores foram assassinados em circunstâncias misteriosas.

Geografia[editar]

O Congo fica perdido no meio do cu do mundo, onde a Gretchen assinou o passaporte brasileiro para entrar no país dos negão e entrar semi-nua de biquíni debaixo d'água para aproveitar o frescor das águas do Rio Congo. Depois de nadar quilômetros e quilômetros no rio Congo, cantou Conga la Conga, em comemoração ao seu grande feito esportivo. O relevo não é lá muito alto nem muito baixo é meio uma das duas coisas, quem é inteligente sabe. O clima é quente pra caralho e não adianta bater punheta com a barraca armada da sunga cavada na virilha, senão você vai se encontrar com o Bengalelê Motumbo. A vegetação é feita de pelo púbico sobre o solo dessa merda de país, onde há uma grande variedade de macacos, piolhos-do-púbis, monstros, vampiros negros, elefantes arredios, trabalhadores loucos de usinas termelétricas e o diabo que te carregue. O palhaço Arrelia vive!

Subdivisões[editar]


Economia[editar]

A economia do Congo é baseada em pedir esmolas para outros países, como qualquer país africano o Congo é um país falido e sem grandes perspectivas. Em 2010 o FMI anistiou a dívida de 1,9 bilhões do Congo e isso nem foi muito.

Cultura[editar]

Depois de milhares de golpes de estado o povo de Congo adotou o método de debate Iniciativa Congoslováquia onde se utiliza métodos de subversão para a criação de um território congoslováquio.

Flag-map Congo.png
Congo
HistóriaPolíticaSubdivisões
GeografiaEconomia
CulturaTurismo


Leaotarado.jpg
África
v d e h

Países: África do Sul | Angola | Argélia | Benim | Botswana | Burkina Faso | Burundi | Cabo Verde | Camarões | Chade | Comores | Congo | Costa do Marfim | Djibouti | Egito | Eritreia | Eswatini | Etiópia | Gabão | Gâmbia | Gana | Guiné | Guiné-Bissau | Guiné Equatorial | Lesoto | Libéria | Líbia | Madagascar | Malawi | Mali | Marrocos | Maurício | Mauritânia | Moçambique | Namíbia | Níger | Nigéria | Quênia | República Centro-Africana | República Democrática do Congo | Ruanda | São Tomé e Príncipe | Senegal | Serra Leoa | Seychelles | Somália | Sudão | Sudão do Sul | Tanzânia | Togo | Tunísia | Uganda | Zâmbia | Zimbabwe

Territórios: Canárias | Ceuta | Galmudug | Mayotte | Melilla | Reunião | Saara Ocidental | Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha | Somalilândia