Descobrimento do Brasil

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é relacionado à história.

Ele conta o que aconteceu desde a pré-história até os tempos quase atuais.

Tempos-modernos01.jpg
Observador da caravela indignado com Cabral após ficar 66 dias e 6 noites no mar

Cquote1.png Bons tempos... Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Descobrimento Do Brasil

Cquote1.png Estou avistando um monte Cquote2.png
Observador da Caravela de Cabral sobre Vista de um monte
Cquote1.png Monte de que? Cquote2.png
Pedro Álvares Cabral sobre Citação acima
Cquote1.png De merda que você fez Cquote2.png Cquote1.png Chegando á terra Cquote2.png Cquote1.png Porra, era pra ir até a Índia e não até as índias Cquote2.png
Pedro Álvares Cabral sobre Descobrimento do Brasil
Cquote1.png É por ali, eu acho! Cquote2.png
Pedro Álvares Cabral sobre Sua ida até à Índia
Cquote1.png O terra quente do caralho! Cquote2.png
Portugueses assim que chegaram ao Brasil
Cquote1.png Éééé hoje!!! Cquote2.png
Pedro Álvares Cabral sobre Após descobrir o Brasil
Cquote1.png Ai Jisus, quanta índia gostosa!!!!!! Cquote2.png
A marujada portuguesa
Cquote1.png Olha o Pau Brasil!! Cquote2.png
Pedro Álvares Cabral sobre Instrumento dos índios
Cquote1.png Mas que porra! Só tem índio nesta porra! Cquote2.png
Tia Risomar sobre descobrimento do Brasil

Tudo começa muito tempo antes, na época de Noé. Quando lhe foi dada a missão de construir uma caravela e salvar um casal de cada espécie de animal, não foi pensado em onde ficaria armazenado toda a sujeira sanitária por eles gerada. Sendo assim, este simpático senhor de barbas brancas perguntou gentilmente ao SENHOR: "Meu Deus, como farei para sobreviver a todo esse temporal com esse monte de Merda?", ao que o Todo Poderoso respondeu: "Noé, façamos um trato, quero que você deposite todo esse material em um canto, porém, peço que, após o dilúvio, você limpe tudo.", sendo assim, após o dilúvio, Noé correu os quatro cantos do mundo em busca do monte de merda. Anos e anos passaram-se e ele nunca encontrou. Passados muitos anos, Pedro Alvarez Cabral encontrou o tal monte de merda a batizou de Brasil.

Um dos fatos mais marcantes da História do Brasil foi o seu suposto descobrimento, claro que se fôssemos depender apenas da reprodução dos índios estaríamos fudidos, mas enfim, foram os portugueses que incluíram a terra brasileira nos mapas de geografia, povoando a terra de refugiados portugueses, negros da África, bandidos de Portugal (incluindo a Corte portuguesa), mas isso já são outros 500.

Tudo começou no ano de 1500, Pedro Álvares Cabral, era um velho pescador, fã de Cristóvão Colombo, que descobriu a América no ano de 1492. Pedro Álvares Cabral recebe uma missão de pescar na Índia, com ele ia consigo refugiados de penitenciárias de alta periculosidade e um padre para dar a bênção durante os dias perdidos no meio do Oceano.

A rota feita por Cabral antes de chegar ao Brasil

Rumo à Terra perdida[editar]

Rumo a India a terra perdida

Se era uma terra perdida, como acharam ? Resposta: dando o cu pro noe, dos mares oceanos atlanticos que os levaram ate lá na TERRA PERDIDA ! Pena que lá não havia nenhuma caveeira de PRATA , OURO OU BRONZE igual ao indiana jones apenas as indianas gatas que PEDRO ALVASRES CABRAL comeu. Hâaaaaaam ? Não entendi ! Resposta : Lê des do começo , ate você entender sua criatura ********* ! Boom.. continuando ... Essa era uma terra perdida, a merda ds cocos dos animais de noé tinham uma caganeira desgraçada, mole que escorregava pelos espacinhos de madeira da porra do barco podre daquele velho. Mas eles tinham que deixar o coco em algum lugar ,encontraram uma terra para deixar as merdas e caganeiras; Só que já era tarde de mais , a terra que encontraram já era um MERDA. E descobri que a terra se chamava MOGI DAS CRUZES, foi o cumulo da burrisse CRUZES MOGI DAS CRUZES -'- VSF . Não entendi ...! Resposa : Não entendeu de novo suua burra ? FODA-SE VOCÊ , LEU ATE AQUI PRA PERDER SEU TEMPO SUA ANTILOPE. Se você deeu Ctrl+c e Ctrl+v = Ooi professora, somos uma merda então pra que leer nee ? E você teem umas merdas na cabeçaa ! E olha fala ae , esse foi o melhor trabaho da sala nee ? Já era, é DEZ 10,00 nee ? Tirei 1,0 ? Resposta: mimha pica

A Chegada à terra perdida[editar]

No dia 1º de Abril, Pedro Alvares Cabral chega ao Brasil, e logo que pois o pé na virgem terra, ele percebeu que precisaria de seu outro pé, para fins de equilíbrio. Especula-se que a brincadeira de Saci Pererê originou-se dessa reflexão.

A primeira missa e a primeira oferenda do Brasil

é mintira

A primeira Missa[editar]

A primeira missa foi realizada com o M. Rossi Pai, onde realizou a missa que deu a bênçao a terra descoberta e proporcionou o casamento dos portugueses com índias da região. Mais tarde era fundada a primeira igreja cat., atormentando a vida das tribos que ali viviam por perto.

-M. Rossi: Meu povo,venho até aqui abençoar vocês.Cheguem mais perto,não iremos cobrar dinheiro algum.

Ali os Indios e portugueses se aproximaram e criou uma grande multidão.

-M. Rossi:Agora vamos dar a bênção do dia. -M. Rossi:Pedimos aos devotos que nos ajudem com algum dizimo para nós construirmos na própria Sede,onde poderemos realizar nossas missas..

Os Indios e um português muito burro deram tudo o que tinham (quase nada). (arcos, flechas, etc.0) Passando 1 semana depois M. Rossi em vez de estar a cavalo,tá de BMW!

Um português se revolta diz:

-Português Enfurecido:Como que pode isso..Nós aqui andando a cavalo e você andando de carro! -Português Enfurecido:M. Rossi..Posso fazer uma pergunta? -M. Rossi:Sim,meu filho. -Português Enfurecido:Onde o senhor conseguiu esse dinheiro pra comprar este carro?

M. Rossi com muito medo de ser descoberto por ter trapaceado com o dinheiro dos Seguidores.

-M. Rossi: Meus Irmãos,estou aqui para prestar contas do dinheiro que arrecadamos para construção de nossa sede.

-Português Enfurecido:Presta conta o Cacete! Quero meu dinhero de volta,se nao te mato!

-M. Rossi:Meu filho..Não vamos gerar violência.

Alguns minutos se passam e começo a pancadaria.RR $oares muito assutado começou a implorar aos seus seguidores que não ouvesse violência,mas nada adiantou...pancadaria geral,até que o português levantou a camiseta e tirou R$765 da cintura e disse:

-Português Enfurecido:Coé manow..vai quere coloca treta véio..ti encho de chumbo!

Português revoltado saiu daquela Tribo e foi para um morro ali perto,criando sua própria tribo PCC. Só entrava nessa tribo quem era rejeitado pelos outros,assm criou o Complexo do Alemão.

Hoje no século XXI Complexo do Alemão é umas das maiores favelas do mundo e M. Rossi é o missionario mais rico.De onde será que veio todo o dinheiro para virar milionário??

Essa Pergunta não quer calar??

Povoamento[editar]

Descobrindo o inferno que foi descoberto por Cabral, o Rei de Portugal Dom Manuel I, resolveu mandar metade dos presos portugueses para trabalhar no Brasil, estava dando inicio ao povo brasileiro, logo depois com a descoberta das riquezas no país, os europeus começam a se imigrar para o Brasil para desfrutar de suas aposentadorias, estava feita a maior salada da terra, a mistura de todo tipo de povos possíveis, com a chegada dos europeus aposentados e cheios das granas, era necessários trabalhadores escravos, vinham então os negros, direto da África prontos para serem abusados pelos colonizadores europeus.

  Em geral os portugueses deixaram para noiiis um dialeto mais complicado do que buceta de veia...

Comunicado de Pedro Vaz de Caminha á celular só zoas[editar]

Após a descoberta do Brasil, Pedro Vaz de Caminha manda um sinal de fumaça para o Rei de Portugal dizendo sobre a descoberta da terra.

Olá meu amado Rei, aqui quem fala é o Pedro Vaz. Está a me ouvir bem?

Peguei emprestado o celular de um nativo aqui da nova terra. Tudo bem, Capitão Pedro está a mandar um abraço. Chegamos na terça, 21 de abril, mas deixei para ligar no Domingo porque a ligação é mais barata. É aqui tem dessas coisas. Os nativos ficaram espantados com a nossa chegada por mar, não achavam que éramos Deuses, Majestade. Acharam que éramos loucos de pisar em um mar tão sujo.

A ligação está boa? Pois é, essa terra é engraçada. Tem telefonia celular digital; automóveis importados; acesso gratuito à Internet mas ainda tem gente que morre de malária e está cheia de criança barriguda de tanto verme. É meio complicado explicar.

Se já encontramos o chefe?

Olha Rei, tá meio complicado. Aqui tem muito cacique para pouco índio.

Logo que chegamos à Porto Seguro tinha um cacique lá que dizia que fazia chover, que mandava prender e soltar quem ele quisesse. É, um cacique bravo mesmo... Mais para o Sul encontramos outra tribo, uma aldeia maravilhosa e muito festiva, com lindas nativas quase nuas.

Seguindo em direção ao Sul, saímos do litoral e adentramo-nos ao planalto. Lá encontramos uma tribo muito grande. A dos índios Sampa. Conhecemos seu cacique, que tinha apito mas que não apitava nada, coitado. Dizem até que ele apanha da mulher. O senhor está rindo, Majestade? Juro que é verdadeiro o meu relato. Como vossa Majestade pode perceber, é uma terra fácil de se colonizar, pois os nativos não falam a mesma língua.

Sim, são pacíficos sim. É só verem um côco no chão para eles começarem a chutá-lo e esquecerem da vida. Sabem, sabem ler, mas não todos. A maioria lê muito mal e acredita em tudo que é escrito. Vai ser moleza, fica frio..

Parece que há um "Cacicão Geral", mas ele quase não é visto. O homem viaja muito. Dizem que se a intenção for evitar encontrá-lo, é só ficar sentado no trono dele.

Engraçado mesmo é que a "indiaiada" trabalha a troco de banana. É banana!!! Todo mês eles recebem no mínimo 151 bananas.

Não é piada, Majestade.!! É sério!! Só vindo aqui prá ver.

Olha, preciso desligar.

O rapaz que me emprestou o telefone celular precisa fazer uma ligação. Ele é comerciante. Disse que precisa avisar ao povo que chegou um novo carregamento de farinha. Engraçado... eles ficam tão contentes em trabalhar... A cada mercadoria que chega, eles sobem o morro e soltam rojões. É uma terra muito rica, Majestade.

Acho que desta vez acertamos em cheio. Isso aqui ainda vai ser o país do futuro...