Espinho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Antes de criar espinhos os cactos são amigões de todo mundo e não andam furando ninguém.

Espinho é útil nos cactos por ajudar a conter a água, a água olha para o espinho e tem medo de evaporar, ficando mais tempo na planta. Fora nos cactos, os espinhos não servem para nada: Não machucam pestes que vão danificar as plantas, não ajudam no crescimento, não ajudam a planta ase nutrir, são apenas para encher o saco... Bom podem servir para espetar o dedo dos macaquinhos que não souberem colher essas plantas espinhosas.

Espetando[editar]

Não culpe as laranjeiras dos espinhos, ainda mais se você quiser chupar e ser furada ao mesmo tempo.

Apesar disso tudo, as rosas por exemplo que são cheinhas desses espinhos ao longo de seu caule, não reclamam deles, não é como os humanos ao estarem cheio de espinhas, e olhe que as espinhas sequer espetam, mas é o aspecto da pele que deixa os macaquinhos putos da cara e com a cara cheia de espinhas, ainda que estejam putos. É bem por isso que as rosas não reclamam: Os espinhos, como ficam nos caules e são discretamente verdes como eles, nem aparecem muito, a não ser mesmo quendo o mané se espeta, a flor não se prejudica em termos de beleza, e fica bem tranquila, mesmo seus espinhos nem servindo para nada.

Ou bichinhos que vão à flor colher pólen, não se espetam porque nisso são mais espertos que os macaquinhos que não colhem pólem, colhem as flores mesmo, para aproveitar delas as propriedades medicinais, o perfume, comer até, ou só adimirar, mas o fato é que não acharam ainda uma usufrutose (...) para os espinhos, quem sabbe os humanos ficando mais inteligentes não tiram algo dos espinhos? Pois para a maioria das plantas eles não servem mesmo pra nada, parecem até seu tio engraçadão, com a diferença que mesmo os cactos são mais bonitos que eles.

Colha, mas pense no custo benefício.

Não se sabe, já que os espinhos não servem pra nada, se eles gostam de espetar, já mencionado que beija-flores, borboletas, abelhinhas, e outros que colhem pólen, jamais se espetam neles, mas os macaquinhos vivem se espetando, mesmo que nem gosta de ser espetado, acaba sendo por acidente, mas se as plantas gostam de fazer isso nos dedinhos engenhosos das pessoas não se sabe, alguns dizem que até flores podem, secretamente ser agressivas, outros juram que elas jamais o fazem, pois são delicadas.

Cactos[editar]

Os cactos gostam de usar os espinhos para medir a inteligência dos bichos.

Já que eles é quem fazem melhor uso dos espinhos, pode então ser que eles sim, gostem de espetar? Eu sei lá, não ando por aí conversando com planta, mas se eu fosse desconfiar de alguém seria dos tais cactos alucinógenos, se apenas tomando-lhes o suquinho, os humanos já ficam doidões, é bem possível que els também se divirtam fazendo furinhos nos macaquinhos. Imaginando-se ainda que esses espinhos sejam rijos, eles mesmo podem gostar de entrar nas pessoas e sintam tesão nisso. Se acha que leu bobagem, saiba que na natureza tudo é possível, coisas inimagináveis acabam sendo descobertas. Eu por exemplo tenho um espinhão bem apreciado e adoro furar coisa macia :D

Ex-pinhos retirados.

Não que os macacos naõ possam ter habilidade para não se espetar, mas os coletores de pólen se dão melhor nessa parte, mas se um coelho consegue andar em espinheiro sem se espetar, pode um macaco conseguir o mesmo, questão de esquivas estratégicas. Cactos são melhores que espinheiros, ficam aqui e alí, já os espinheiros são aglomerados e com espinhos menores, e muitas vezes coisas pequenininhas são as que mais incomodam, agora imagine um bando de putinhas de uma figa só esperando para pegar quem cair no espinheiro.

Perfurar também[editar]