Flávio Aécio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Romanopre.jpg ROMANI ITE DOMVM!!!

HÆC ARTICVLVS ROMANVM EST. LATIM LOQVÆBITVR. NON INTERLEGIT? HVMORIS PRIVATVS NON EST. MVITISSIMVS ENGRAÇATVS! SED ROLA MEAM VADE MAMARE! VADE FŒDERE CVM PORRIBVS NOSTRVM.

Spqrpre.jpg


Flávio Aécio Neves (em latim: Flavius Aetius; em latido: Auauius Auaucio), simplificado para Aécio por professores preguiçosos (396 - 454 d.C.), foi mais dos mais de 8 mil generais romanos a ser cognominado "o último dos Romanos" por causa do sua coragem e destreza em batalha, o que ninguém sabe mesmo se é verdade, afinal suas histórias eram contadas por servos que se disessem que a glória era de outro seriam executados na mesma hora. Ainda jovem foi violado pelo pedófilo visigodo Talarico I.

Aécio teve grande participação no campo de batalha, onde enfrentou com garras, unhas, tapinhas e salto alto os Francos (conhecidos por só falarem a verdade) e os Burgúndios, que devem ter sido pessoas muito más para receberem um nome feio desses. Aécio também em uma de suas batalhas derrotou o famoso que ninguém sabe o que fez Átila o um, dois, três numa competição de monstros de duelo. Mesmo assim, foi assassinado em 454 a mando do imperador Valentiniano III que temia o poder dos super sayajins queria a todo custo roubar os seus Dragões brancos de olhos azuis.

Por causa de sua morte, começou uma treta brava no Império Romano, e sobrou para o coitado do Imperador Rômulo Augústlo, que foi deposto pela panelinha.