Franciely Freduzeski

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Franciely Gonzaga Freduzeski
Franciely freduzeski.jpg
Comível, mas não gostosa
Nascimento 2 de outubro de 1978
Bandeira do Brasil Brasil - Laranjeiras do Sul
Ocupação modelatriz

Franciely Freduszeskiszki, ou seja lá como se escreve o sobrenome, é uma modelatriz que ganhou fama por interpretar uma vadia que servia para alavancar a audiência do Zorra Total.

Juventude[editar]

Nascida em uma cidadezinha insignificante do Paraná, Freduzeski ainda criança mudou-se para Curitiba, onde pretendia melhorar de vida, mas obviamente não conseguiu. Aos 12 anos de idade, começou a fazer aulas de teatro, mas não com o intuito de ser atriz, e sim porque desejava formar-se profissionalmente em direito, portanto, devia aprender obrigatoriamente a ser falsa e dissimulada. Chegou a estudar na Universidade Estácio de Sá, mas provavelmente não concluiu o curso porque sua burrice não permitiu.

Carreira[editar]

Fez sua estreia como atriz profissional em 1999, quando fez uma participação tosca em A Turma do Didi, interpretando uma figurante qualquer. Como deu a bunda para Renato Aragão, conseguiu ser contratada de vez pela Globo, que arrumou para ela um quadro no Zorra Total em que subia em uma escada a fim de pagar calcinha e levantar a pipa do vovô de seu parceiro de cena, Agildo Ribeiro. Mesmo sendo magricela e nariguda, Freduzeski passou a ser considerada gostosa por causa da personagem, o que rendeu a ela um convite para sair peladona na Playboy. Apesar de ter aceitado sem pestanejar, a revista foi publicada somente em 2001, quando já estava atuando em O Clone, embora a Editora Abril quisesse mesmo era colocar Giovanna Antonelli na capa, mas esta jamais aceitou posar nua.

Após passar três anos sem conseguir arrumar outro trabalho na televisão, Freduzeski acabou voltando para o Zorra Total em 2004, mas desta vez interpretando outro papel, já que havia sido trocada por Viviane Araújo no anterior.

Cansada de seus papéis medíocres na Globo, Freduzeski cometeu a enorme cagada de assinar contrato em 2007 com a RedeTV! para atuar como uma das protagonistas da série Donas de Casa Desesperadas, versão nacional da gringa Desperate Housewives, que foi um completo fracasso, mesmo tendo a veterana Sônia Braga no elenco principal, e não passou sequer da primeira temporada, enquanto a original chegou a render oito. Com o término, ou melhor, cancelamento do seriado, Freduzeski resolveu mendigar de volta seu emprego na Globo, e pior que conseguiu. Porém, ela não suportou a humilhação de ter sido colocada para fazer Malhação, e novamente acabou pedindo demissão.

Em 2009, sem ter porra nenhuma para fazer, aceitou o convite da Record para a edição inaugural de A Fazenda, mas foi a primeira eliminada. Porém, o contrato ainda não havia expirado, o que fez com que passasse a fazer parte do elenco das novelas da emissora de Edir Macedo. Em 2011, ela participou de uma votação que também incluía Ana Paula Oliveira e Monique Evans para retornar ao reality show, mas novamente ficou em último lugar na preferência do público.