Herança

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Herdar a casa do caralho pode ser trabalhoso, principalmente se acabou de ser usada.

Herança é qualquer espécie de porcaria que já ao nascer tem que aceitar mesmo sem entender nada. Passa-se a usar a tal herança mesmo que nem se queira fazer isso, por pior que seja, conforme o mané cresce apenas vai encorporando as porcarias deixadas por gente que muitas vezes nem o vovô do mané chegou a conhecer. Portanto se quer deixar algo significativo para as gerações futuras faça o grande favor de ser um vagabundo e não deixar nada, é o melhor que se tem a fazer, não sendo egoísta e pensando nos filhos, netos, bisnetos, etc...

Herança material[editar]

Bolha de ar herdada: Não se deve perder algo assim rapidamente.

Não é muito diferente da herança já citada, pois na maioria das vezes nada mais é do que um monte de lixo, principalmente se forem aquelas bobageiras usadas por celebridades daí sim é que seus herdeiros não farão uso nenhum da porcaria mesmo e deixam para os fãs, claro que ao menos tiram disso uma grana considerável.

Porcaria é modo de dizer, pois os porcos são sábios(...) e deixam à prole a única coisa que pode ser mesmo útil que é instinto e espírito de porco, pois na Terra quem manda são os espíritos, já dizia Chiquinho. Falando nos espíritos, eles são também uma herança, não esqueça de jogar sempre uma migalhazinha pro santo, que ele é uma das heranças brazucas, já que os macumbeiros antigos não os mandaram passear por outras terras, ficam eles por aí até hoje gostando inclusive de fungar no cangote de quem o permitir. Essa herança aceita-se mesmo sem saber.

Já que a maioria dos brasileiros em geral não tem quase nada para deixar como herança material, pensemos no grande tesouro que e a cultura brazuca, nem é preciso mencionar ariqueza toda e eu faria isso apenas para deixar esse artigo maior, mas a riqueza é tanta que seria covardia, apenas uma delas para se ter exemplo: Saber convencer, habilidade única, sendo uma herança que parece permanente.

Herança imaterial[editar]

Herdar moleza não deve ser tão ruim, desde que ninguém veja.

Não são tão diferentes umas das outras, uma leva à outra. Pode notar que mesmo que você não tenha nada para receber como herança, sempre há coisa pouco significativas, tipo um vibrador deixado a você gentilmente pela sua tia, ou até pelo seu tio, você e seu irmão podem brigar por coisas assim, nem que seja pra mandar enfiar no cu... Bom a finalidade dessa herança era isso mesmo.

Mas as heranças imateriais todos já sabem, aceita-se por obrigação, você acha estranho por exemplo ter que cumprimentar todo mundo, nem precisa ser emo ou anti-social, nada disso, é estranho mesmo, ter que cumprimentar como se não bastasse constatar que a pessoa lá está, mas essa não é das piores heranças imateriais que você estranha quando criança, por exemplo sentar no colo dos outros, isso deveria ser abolido, você já deve imaginar porque.

Ser retardado alegre e furry, pode ser herança genética.

Herança imaterial é bem mais perigosa porque deixam-se até mesmo hábitos estranhos, como rir de quem escorrega de repente... Já seir deslizando niguém ri, não se sabe porque e esses hábitos são heranças estranhas. Já algumas coisas são heranças boas, como saber girar pra caralho sem ficar tonto (principalmente se já for tonto sem girar), mas a maioria desses hábitos herdados são só pra fuder com todo mundo, tipo acreditar em toda asneira bem contada.

Herança genética[editar]

Olhe para essa sua cara de mongo, depois descubra de quem você a herdou. Pode descobrir que seu pai tem cara não de mongo, mas tem de imbecil, que é diferente, embora pareça a mesma coisa, continuando sua procura, vê diferentes fisionomias, mesmo achando uma pior do que a outra, não consegue descobrir de onde herdou a cara de mongo, nem mesmo seu tio engraçadão a tem. Pior desfecho possível: Você descobrir que a cara de imbecil do seu pai é na verdade cara de corno, o que pode ser uma descoberta bem desagradável. Portanto esqueça a herança genética. ou se insistir, pense nela de modo mais abrangente, como por exemplo: De que modo e quando o gene biba se espalhou por entre os humanos.

Herdar também[editar]