Inimigos da Lexmark

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Passarinho.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

No Wikipedia.png QUEBROU A CARA!

Os espertalhões da Wikipédia NÃO têm um artigo sobre: Inimigos da Lexmark.

Inimigos da Lexmark
InimigosdaLexmark Logo.jpg
Inimigos da Lexmark
Origem São Paulo
País Brasil e Estados Unidos
Período Desde 666 a. c.
Gênero(s) Impressão a laser, jato de tinta ou matricial
Gravadora(s) Windows
Integrante(s) Cartuchos, Toners da Xerox, Canon, etc.
Ex-integrante(s) {{{exintegrantes}}}
Site oficial {{{site}}}


Os Inimigos da Lexmark são uma banda de pagode rival dos Inimigos da HP. Como é uma grande Guerra das Impressoras, é tudo cópia mesmo.

Na opinião dos Inimigos da Lexmark, a melhor impressora do mundo, excelente para guardar sapatos.

Criação[editar]

A banda foi criada no ano de 666 a.C.por um grupo de office-boys, quando tentavam imprimir urgentemente um documento, e tentaram na impressora Lexmark que havia no escritório e estava quebrada. Após esse fatídico dia, eles se demitiram do escritório, declararam guerra à Lexmark e começaram a plagiar as músicas dos Inimigos da HP, que por sua vez eram plágio de outras músicas de "sucesso" brasileiras.

Estilo[editar]

Os Inimigos da Lexmark, assim como os Inimigos da HP, atualmente não tem nenhuma música boa de sucesso. Nem boa, nem ruim mesmo. A guerra mercadológica entre ambos inimigos apenas teve sossego quando numa tentativa de aumentar o market share se uniram contra os Inimigos da Canon e os Inimigos da Epson.

Ao contrário de seus rivais, os Inimigos da Lexmark fazem músicas voltadas para o público inteligente brasileiro.

Outros objetivos da banda[editar]

Além de tentar ganhar algum dinheiro, os Inimigos da Lexmark ensinam para a população que as impressoras Lexmark não funcionam através de mensagens subliminares em suas composições. Há hipóteses de que eles recebem algum pagamento da HP, que foi fortemente prejudicada pelo sucesso dos Inimigos da HP, e perdeu muito mercado para empresas como a Lexmark, Canon e Epson.