Mulherada

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Eu não sou Friboi mas tô na moda, a mulherada adora! Cquote2.png
Gordinho Gostoso sobre mulherada.

Isto combina com esse infeliz coletivo?

Mulherada é um termo, dizem alguns, que teve origem quando um desanimador de auditório se encontrava junto aos seus parentes, todos preparados para um baile de carnaval, todos usando calcinha(principalmente os que normalmente usavam cueca), e maquiados, alguns por brincadeira, outros para aproveitar e se soltar e, o gordo que murchou nos últimos anos, com uma langerie GGGGGG... disse quase animado: vamos mulherada. Antes disso, dizem que o termo que substituía simplesmente a palavra mulheres e, era menos feio, era mulheril - eu é que não sei qual desses coletivos é mais feio, talvez até o fim dessa página esteja decidido.

Qualquer coisa ada[editar]

Amigão, chega aqui, esse termo não pode ser boa coisa, pois a maioria dos coletivos, ditos de forma errada que terminam em ada são sempre pejorativos. As coisas melhorzinhas que terminam em ada são relativas à comida e, assim mesmo, em geral é um reaproveitamento de alguma gororoba que ira estragar: bananada, marmelada(mesmo que nem vá marmelo), rabada... Algumas exceções como revoada que pode ser de pombos cagando, mas são raros, em geral não é muito boa coisa.

Nem elas aceitariam dizer o termo.

O atual murcho, antes gordo desanimador de tevê, não poderia dizer isso apenas por diversão, talvez daquela primeira vez que disse, descrita na introdução, poderia ser, mas depois ele sem dúvida estava se vingando de algo, do tipo: essa mulherada vai me pagar por todas as vezes que disseram que não viam meu pinto em meio às banhas - ou algo assim. Se pegar vídeos mais antigos, irá reparar que havia de fato, como alguns dizem, um ressentimento ao proferir o termo. Essa palavra é mais feia que bater na mãe e talvez ele até se vingue das vezes em que a mãe dele o fez comer verduras em sua remota infância.

O povão é claro, depois disso simplesmente adotou o termo, sem nem pensar muito, de início talvez alguns notaram algo errado, mas depois: se é um televisivo que está falando, vou falar também - assim como acham que porque as amebas não têm cérebro, por quê eu usaria o meu? Essas coisas de sair repetindo, dizem que diminuiu ao longo dos anos, mas nem tanto, até porque, muitos dos youtubers por exemplo, seguem a linha antiga, televisiva e, adivinha se o povão não adora enfiar esse tipo de coisa no rabo, pra absorver melhor e mais rápido tudo que não conviria pra uma população que quer ser considerada gente? Pior de tudo: Dizem na inocência, mas a inocência por si só é burra pra caraleo - achou a expressão feia? Pois mulherada é ainda pior.

Por que mulheres dizem isso[editar]

Cquote1.png Se até elas falam, nóis também podi! Cquote2.png
Vai dizer que eles tão errados?

O mais estranho de tudo é que muitas das próprias pecas usam esse termo e, rapaz, fica horrivelmente feio mulheres usando esse coletivo ainda pior do que quando cuecas dizem. Soa muito estranho e ainda que a mulher que diz, seja algo que preste, ela mesma parece fazer parte de uma cagada ou de uma lixarada ou ainda de uma vomitada, algo assim - é até mesmo broxante quando uma mulher usa esse termo, mil vezes pior do que calcinha bege. Dá vontade de sair correndo, descobre-se o significado do termo vulgar, que tanto dizem se referindo à atos feios po parte de mulheres. Palavrões ficariam melhor.

Não se sabe se ao usar essa palavra, elas não conseguem entender como soa ou então, se conformaram com algum tipo de condição inferior. O foda é que se alguém depois, disser ou insinuar que ela se inferiorizou, pode ficar danada de raiva e dizer que você é quem é um machista e não sei o que, mas o termo é feio e pejorativo demais e, se uma guria usa esse termo é porque se inclui no balaio da qualquer coisa ada e está longe de ser fada a não ser que estiver fadada a ser desgraçada por si própria se referindo dessa forma, nem sei se fada tem coletivo específico, mas não deve ser nada terminado em ada como grupo. Não sei o quanto quem usa o termo combina com esse coletivo, mas lembre-se do quanto é mais bonito dizer simplesmente mulheres ou mesmo seria até menos feio dizer vaginada ou até bocetada do que isso.