Semi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Semi.
Exemplo do uso do prefixo semi.

Semi é um prefixo linguístico e matemático que denota falha, incompetência, impotência ou até mesmo ine(cz)xistência.

Origens[editar]

As origens do prefixo semi são de semánticas semióticas. Simbolicamente falando, semi é uma aglutinação de "sem a nima", ou seja, sem a mínima importância, sem a mínima chance, sem a mínima necessidade, sem a mínima descência, sem a mínima procedencia, sem a mínima graça, etc.

Os primeiros registros do uso do termo semi remontam do reinado de Semíramis, a grande rainha e semideusa da Assíria. Semíramis teria proferido a seguinte frase, quando de seu retorno de Seminara, na Calábria, para a região do atual Iraque: Cquote1.png Estou sem a mínima paciência com esses descendentes de Abraão, Isaque e Jacó, que insistem em me aporrinhar desde aquela cidadezinha de Jerusalém. Cquote2.png (Flavio JosephoJewish Antiquities (Antiguidades Judaicas), I, 114, 115 (iv, 2, 3)), comentário considerado o slogan do antisemitismo clássico.

Uso moderno[editar]

Diversos seminários de linguística tentam explicar o semi-sentido semi-contemporâneo do prefixo semi. o Novo Acordo Ortográfico está semi-dividido quanto a utilização ou não do hífen em palavras iniciadas por semi.

Apesar de ser um tema apenas semi-religioso, o uso do semi também é debatido nos Seminários Católicos, pois muitos futuros padres julgam ser semi-certo o semi-celibato, o semi-segredo de confissão e a semi-pedofilia.

Atualmente o prefixo semi é utilizado principalmente para eufemismos de coisas que não prestam, como semi-gravidez, semi-virgindade, semi-macheza, semi-alfabetização, automóvel semi-novo, semi-honestidade, semi-morte, semi-empregado, semi-nudez, etc.

Aliás, este mesmo artigo pode ser considerado semi-acabado, semi-engraçado, ...

Ver também[editar]